Biologia em pauta

Biólogos são laureados com Prêmio Nobel de Fisiologia ou Medicina 2020

nobel

Dentre os três vencedores do Prêmio Nobel 2020 na categoria Medicina ou Fisiologia, dois são Biólogos.

Anunciados nesta segunda-feira, 05 de outubro, e laureados pela descoberta do vírus da Hepatite C, os vencedores foram o Biólogo americano Charles M. Rice, que graduou-se em Zoologia pela Universidade da Califórnia, o Biólogo britânico Michael Houghton, graduado em Ciências Biológicas pela Universidade de East Anglia, e o médico americano Harvey J. Alter.

A hepatite é uma inflamação do fígado e surge por causa de pelo menos três tipos de vírus: A, B ou C. Tanto a hepatite B quanto a C, transmitidas pelo sangue, podem levar décadas para se estabelecer e causar, em última instância, cirrose e câncer de fígado.

O vírus hepatite C foi descrito de forma definitiva em 1989. A descoberta foi motivada pelo fato de que muitas pessoas que recebiam transfusão de sangue desenvolviam a doença, mesmo que o material não fosse contaminado pelo vírus da hepatite B.

Na década de 1970, Harvey Alter investigou amostras de banco de sangue e mostrou, em chimpanzés, que poderia haver no sangue um agente ainda não identificado capaz de causar hepatite. Já em 1980, Michael Houghton conseguiu identificar o genoma de um vírus em amostras de pessoas com hepatites, além de criar um exame sorológico capaz de identificar a presença do vírus. Depois, em 1990, Charles Rice foi o responsável por demonstrar o mecanismo causador da hepatite C ao injetar material genético (RNA) em fígado de chimpanzés que desenvolveram a doença.

No anúncio dos vencedores, Gunilla Karlsson-Hedestam, membro do Comitê do Nobel, justificou a láurea ao dizer que, anualmente, ocorrem 70 milhões de novos casos de hepatites e 400 mil mortes decorrentes dessas doenças no mundo.

Leia mais clicando aqui.

Com informações da Folha de S. Paulo.

CRBio Digital

Serviços Online

Transparência

Anuncie