Biologia em pauta

Após décadas de elaboração, nova classificação de seres vivos com base apenas no parentesco é publicada

phylocode

Conhecido como PhyloCode, a nova forma de classificação dos seres vivos acaba de ser publicada oficialmente, totalizando cerca de 1.500 páginas. O objetivo dos criadores da proposta é basear todo o processo classificatório nos parâmetros da teoria da evolução, levando em conta apenas o parentesco entre os organismos.

O PhyloCode, ou Código Internacional de Nomenclatura Filogenética, desobriga o encaixe de toda e qualquer espécie na hierarquia pré-definida dos grupos como filos, classes e famílias. Em vez disso, utiliza apenas duas unidades fundamentais: espécie e clado (do grego “kládos”, ou galho).

Os clados podem ser mais ou menos abrangentes, a depender do grupo de criaturas que se queira designar, mas é fundamental que ele seja sempre formado por espécies consideradas descendentes de um ancestral comum. É o que os Biólogos costumam chamar de grupo monofilético.

Saiba mais aqui.

Com informações da Folha de São Paulo

CRBio Digital

Serviços Online

Transparência

Anuncie